Você já deve ter ouvido falar sobre a análise genética para detecção da probabilidade de desenvolvimento de determinados problemas de saúde. Geralmente, essas investigações são focadas em doenças agressivas, como os cânceres.

Tais testes estão ficando cada vez mais acessíveis à população e são altamente recomendáveis pela sociedade médica e entidades que atuam na prevenção de câncer. 

Mas há um conceito equivocado sobre os testes genéticos. Eles não são capazes de dar uma resposta definitiva sobre o desenvolvimento ou não de tumores. Em vez disso, eles estimam a probabilidade de contrair tal doença. Determinando alto ou baixo risco, é possível estabelecer os protocolos que o paciente deve seguir. 

No caso do câncer de mama, levando em conta que a detecção precoce é um importante pilar para o tratamento, os testes genéticos são muito procurados por mulheres conscientes da importância da antecipação. 

Nesses casos, a história da família é fundamental. Se há casos de desenvolvimento de câncer de mama, mesmo que não haja anormalidades genéticas apontadas pelo teste, há um protocolo de acompanhamento específico a ser seguido. Segundo os especialistas, mesmo que não haja alterações em genes, a incidência familiar prevalece com sua importância. 

Para as mulheres que têm histórico familiar de câncer de mama, a recomendação é que seja feito o mais cedo possível. “Se há pessoas em sua família que foram diagnosticadas com câncer de mama aos 40 anos, por exemplo, então você não deve esperar até os 40 para iniciar o seu rastreamento”, recomenda a ThedaCare Regional Cancer Center em Appleton, dos EUA, país onde os esforços para a detecção precoce do câncer de mama andam as passos largos, após uma deficiência no acesso aos exames. 

“O teste genético é uma ferramenta incrível para ajudar as pessoas a avaliarem seus riscos à saúde e, a partir daí, planejar como atender às suas necessidades de saúde e ajustar seu estilo de vida, se necessário”. 

Artigo baseado em: https://www.cancer.org/cancer/breast-cancer/risk-and-prevention/genetic-testing.html