Atividade física regular reduz risco de câncer

Você sabia que a atividade física regular reduz risco de câncer? Com certeza é do seu conhecimento todos os benefícios que o hábito dos exercícios proporcionam ao organismo. Menos estresse, redução do risco de obesidade e da pressão alta são apenas alguns.

O fato é que existe pouco conteúdo dando ênfase à importância das atividades físicas para combater o câncer. Ainda se conhece pouco o assunto, porém, está comprovado que o sedentarismo e a obesidade aumentam o risco de alguns tipos de câncer.

Se você deseja saber como a atividade física regular reduz risco de câncer, continue a leitura deste artigo até o final.

Quais tipos de câncer podem ser prevenidos?

Um estudo publicado na revista científica americana JAMA Internal Medicine comprovou que a prática de exercícios físicos reduz em 7% a probabilidade de desenvolver qualquer tipo de tumor. Esta é uma média geral. Steven Moore, principal autor do estudo, explica que todos os grupos de pessoas podem se beneficiar dos exercícios contra o câncer, desde os fumantes até aqueles em situação de sobrepeso.

Foram cerca de onze anos acompanhando quase 190 mil casos diagnosticados. Também passaram por revisão 12 estudos europeus e americanos realizados entre 1987 e 2004, com um total de 1,4 milhão de participantes. Na sequência, os pesquisadores estudaram a relação entre o desenvolvimento do câncer e a atividade física em 26 tipos de câncer.

Vida ativa é vida saudável

Conforme o estudo, de autoria de médicos e especialistas do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, a atividade física regular reduz risco de câncer em pelo menos 13 tipos. O risco de desenvolver câncer de esôfago é reduzido em 42% naqueles que praticam atividades físicas. Já o câncer de fígado e o câncer de pulmão diminuem em 25% os riscos para os grupos que tem o hábito de fazer exercícios.

As atividades listadas pelo estudo dizem respeito a correr, nadar, pedalar ou correr, em ritmo de pausado a intenso. A regularidade do exercício pode ser de 150 minutos por semana, o que equivale a pouco mais de uma hora por exercício em três vezes semanais.

Praticar exercícios aumenta a chance de cura?

Para aqueles que já estão com câncer, porém, sempre fizeram exercícios físicos, as chances de superar a doença são maiores. O mesmo estudo comparou mulheres que fizeram a cirurgia do câncer de cólon de útero. Entre as sedentárias, o risco de uma recidiva é 50% maior do que entre aquelas que já se exercitavam anteriormente.

Já falei aqui no blog sobre a importância que o exercício físico pode representar inclusive para pacientes com câncer. Confira neste link o estudo realizado que aponta os benefícios das atividades físicas para quem está em tratamento oncológico.

Espero que meu artigo seja um incentivo a quem está saudável, mas por algum motivo não se exercita, fazer exercícios com regularidade. Os bons hábitos de hoje podem salvar a sua vida amanhã. Pense no assunto!

Até a próxima!

Dra Alessandra Morelle